RECURSOS FISIOTERAPÊUTICOS PARA AS DISFUNÇÕES SEXUAIS FEMININAS

UMA REVISÃO LITERÁRIA

Autores

  • Delma Jessica Rodrigues da Silva PRONATEC UFRN EAJ
  • Anderson Holanda de Abreu FAERGN

Palavras-chave:

Diafragma da Pelve, Modalidades da Fisioterapia, Disfunção sexual fisiológica

Resumo

As disfunções sexuais femininas (DSF) são perturbações de uma das fases do ciclo de resposta sexual, com alta prevalência e impacto significativo na autoestima e qualidade de vida da mulher. O presente estudo objetivou uma revisão de literatura sobre o tratamento da fisioterapia nas DSF, referente às técnicas mais usadas e o embasamento científico que justifique a sua aplicação. A pesquisa foi realizada nas bases de dados: BVS, PUBMED e EBESCO, utilizando os termos: “Physiotherapy and Sexual Dysfunction” e “Physiotherapy and Pelvic Floor”. Aplicados os critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 14 artigos que apontaram o
toque bidigital, biofeedback, cones vaginais, ultrassom, terapias manuais, alongamentos, Kegels, eletroestimulação, dilatadores vaginais e orientações domiciliares, como as principais técnicas utilizadas. Concluímos que a procura por tratamento para as DSF é um novo campo, porém, há claras evidências quanto à necessidade de mais pesquisas randomizadas e controladas para maior validação das intervenções utilizadas. O fisioterapeuta disponibiliza de métodos avaliativos, que proporcionam a elaboração de objetivos específicos e emprego das intervenções mais indicadas para cada disfunção sexual, visando à obtenção de resultados positivos.

Downloads

Publicado

04/24/2022

Como Citar

Jessica Rodrigues da Silva, D., & Holanda de Abreu, A. (2022). RECURSOS FISIOTERAPÊUTICOS PARA AS DISFUNÇÕES SEXUAIS FEMININAS: UMA REVISÃO LITERÁRIA. Revista Hórus, 9(01), 53–66. Recuperado de https://estacio.periodicoscientificos.com.br/index.php/revistahorus/article/view/1101

Edição

Seção

Artigos